Dados de Comércio Eletrônico Reais no Google Analytics

Como obter dados reais de receita, frete e reembolso no relatório do Google Analytics? Aprenda a importar dados de comércio eletrônico de forma simples.

Ultimamente tenho visto alguns casos de clientes que já estão coletando dados de comércio eletrônico pelo Google Analytics enfrentarem problemas com o valor real da receita gerada.

Imagine que o seu comércio eletrônico vendeu 10 produtos, mas apenas 5 destas vendas foram reais. As outras 5 vendas podem não ter ocorrido por uma série de motivos, como por exemplo um boleto que não foi pago ou mesmo uma desistência e solicitação de reembolso.

Por padrão, o Google Analytics recebe apenas os valores das vendas e não filtra as transações que não deram certo.

É por isso que vou ensinar como importar os dados das transações canceladas do comércio eletrônico para o Google Analytics.

Acima de tudo, você deve ter ativado em sua vista da propriedade e “Configurações de comércio eletrônico” a coleta destes dados. Caso não tenha ativado, faça isso primeiro e aguarde até 24 horas.

Após os GA estar coletando corretamente estes dados, você pode importar os dados de reembolso das transações não realizadas.

Em primeiro lugar, você deve acessar a seção Administrador, clicando naquele ícone de engrenagem no canto inferior esquerdo, e depois na propriedade, clicar na última opção “Importação de Dados”.

Criando um conjunto de dados para importação dos dados de comércio eletrônico

Crie um Conjunto de Dados para utilizar sempre nas suas importações. Clique no botão Criar (caso ele não esteja aparecendo, troque de navegador ou feche e abra novamente).

O terceiro passo é selecionar o tipo de conjunto de dados. Em “Importação de dados de hits”, escolha a opção “Dados de reembolso” e logo em seguida clique em “Continuar”.

Dê um nome familiar ao seu objetivo, neste caso, “Reembolsos”. Clique em “Continuar”.

O Analytics vai criar a coluna com o código ga:transactionId, que é obrigatória.

Na tabela abaixo, ele pede para que você selecione a chave. Existem 4 tipos de chave: SKU do produto, Preço do produto, Quantidade de reembolsos e Receita.

Selecione todas ou apenas as que sofrerão alterações. Ele vai criar um código para cada item.

Salve.

Você pode criar até 100 conjuntos de dados para cada propriedade e fazer até 50 importações por dia contando com as que apresentam erros.

Para facilitar o seu trabalho, abra o bloco de notas. Isso mesmo, o famoso bloco de notas ou qualquer editor de texto simples.

Montando o arquivo de importação do Google Analytics

O quinto passo é montar o arquivo de importação, portanto, dê um clique no nome do conjunto de dados e verá uma tela parecida ou igual a esta.

Você pode selecionar o texto com os códigos das colunas criadas, da mesma forma pode clicar em “Ver esquema”. Irá abrir uma tela com duas opções de arquivos para importação: csv e excel.

No entanto, para este post ensino a formatar o texto em csv no bloco de notas.

Se você prefere fazer em excel, é uma opção, mas para que tudo funciona perfeitamente, recomendo optar pelo método que estou ensinando.

Cole o texto:

Linha 1:
ga:transactionId,ga:productSku,ga:productPrice,ga:quantityRefunded,ga:transactionRevenue

Linha 2:
Código de Transação,SKU do produto,Valor do Produto,Quantidade,Receita Total

Até aqui tudo bem? Espero que sim.

A Linha 1 tem os códigos dos produtos separados por vírgula e a Linha 2 os valores a serem fornecidos. Você pode imaginar este código acima como uma tabela de excel, onde as vírgulas são as colunas e a Linha 1 é o cabeçalho e a Linha 2 os valores.

Substitua os nomes da Linha 2 pelos valores do item que você quer informar o reembolso. Para importar mais de um item faça um por linha, duplicando a Linha 2 abaixo e assim por diante.

Salve o arquivo como “reembolso.csv”.

Importando o arquivo

Enfim, o sexto passo é importar.

Em “importação de dados”, encontra o conjunto de dados que você criou e clique em “Gerenciar uploads” na coluna Ações.

Clique para fazer o upload do arquivo. Se tudo ocorrer como planejamos, logo depois seus dados serão validados e o status mudará para “concluído”.

Aguarde uns 15 minutos para ver as modificações, no entanto, pode levar até 24 horas.

O Google Analytics não permite a modificação dos dados importados incorretamente. Assim, a responsabilidade é totalmente sua na exatidão dos dados inseridos no arquivo de importação.

Por isso, recomendo que você crie uma outra propriedade para treinar ou preste muita atenção na importação de muitos dados.

WhatsApp chat